Sobre a Revista

A proposta desse espaço é que ele se configure como território amplo e aberto para divulgação, informação e debates no que se refere e afeta o ensino de História, conforme os atuais valores e missões da ABEH de estabelecer interlocuções cada vez mais abrangentes e de valorizar o trabalho de professores e professoras de História em todos os níveis e âmbitos de ensino, gestão, pesquisa e divulgação. A intenção é reunir depoimentos e relatos de experiências, produções de estudantes da Educação Básica e do Ensino Superior, debates conceituais no campo do Ensino de História, bem como discutir temáticas de demandas contemporâneas e divulgar projetos e iniciativas pelo Brasil e pelo mundo.
A revista está composta por seis colunas, cada uma contando com uma dupla de curadores/as e coordenada por uma editoria renovada anualmente. Os textos são publicados mensalmente, a partir de convites da curadoria e também por livre demanda. Os textos deverão estar conformes ao escopo de cada coluna e adequados às normas de formatação, além de respeitar os princípios éticos da Revista. Serão aceitos também diversos formatos de expressão, tais como: textos escritos, vídeos, podcasts, canções, entre outros meios de interação, sempre acompanhados de uma apresentação que contextualize o conteúdo.

ISSN 2764-0922

Notícias

Edição Atual

n. 6: Número 6
					Visualizar n. 6: Número 6

O número 6 da revista Palavras ABEHrtas está provocador!

A coluna Provocações recebeu três textos de assuntos candentes e diversos.

Regina Rodeghero apresenta um alerta para a pesquisa em ensino de História: apesar da postura antirracista predominante no campo, a branquitude ainda não é colocada em questão. Por que isso acontece?

Por sua vez, Débora da Silva discute as sensibilidades no ensino de História, principalmente nas relações entre passado e presente. O artigo apresenta um panorama historiográfico e diversos exemplos que auxiliam a pensar sobre as questões socialmente vivas.

O terceiro texto da Provocações, escrito por Margarida Dias de Oliveira e Itamar Freitas toca num tema  espinhoso: as ideologias e os/as professores/as de História. Há lugar para pensamentos de direita no campo de pesquisa e nas salas de aula?

Por último, a coluna Desafios e Dilemas da Profissão Docente recebeu a contribuição de Ana Bernardes, que compartilhou e analisou experiências sobre o ensino remoto e o mito da produtividade docente. Será que nós, realmente, trabalhamos menos durante os anos da pandemia?

Essa edição traz muitas questões para pensar... Segue aberto o convite para publicações que queiram dialogar com esse e com outros números da Palavras ABEHrtas! 

Publicado: 2022-11-01
Ver Todas as Edições